Dermatite canina




A maioria das pessoas já viu um cachorro se coçando insistentemente e logo imaginou que poderia ser causado por uma pulga ou um carrapato.


Mas na verdade isso pode ser um grande indicativo de dermatite canina, uma inflamação ou infecção na pele muito comum que atinge cachorros de diversas raças e idades, principalmente em cães de pelagem longa e espessa, ou com dobras na pelagem.


Em alguns casos, é simples definir; porém, existem quadros que podem demandar um pouco mais de atenção, por isso, é importante consultar um veterinário, já que somente ele pode dar o diagnóstico correto.


Causas da dermatite em cães


A dermatite canina pode ser causada por uma ampla gama de fatores, como por exemplo, alergia alimentar, alergia a picada de insetos, predisposição genética, alergia autoimune e problemas hormonais. Também é importante destacar que cães que habitualmente se lambem compulsivamente, tornam o local úmido e, consequentemente, propício para o desenvolvimento de fungos e bactérias.


São esses fatores que determinam se o problema pode ser transmissível ou não; porém, cães com o sistema imunológico equilibrado, saudáveis e bem alimentados, são muitas vezes imunes mesmo às formas transmissíveis. Por outro lado, um cachorro com o sistema imunológico enfraquecido, está mais vulnerável à dermatite canina.


Principais sintomas


A coceira é o principal sintoma e maior indicativo de que algum problema de pele pode estar começando a se manifestar no seu cãozinho. Mas, dependendo do estágio da infecção ou inflamação, outros sinais podem aparecer, entre eles, estão: feridas ou vermelhidão na pele, inchaço, pele resseca e escamosa, perda de pelo, pelo ralo e com falhas, coçar ou morder constantemente um região da pele e pele com grumos ou pus.


Preste atenção aos sintomas e, ao notar algo fora do comum, leve o seu cão ao veterinário para um exame clínico mais detalhado.


Qual o tratamento para dermatite canina?


Assim como há diversas causas para a dermatite canina, existem diversas formas de diagnóstico e tratamento.


Geralmente, o primeiro exame feito quando há suspeita de dermatite é o raspado de pele. Ele permite que se analise uma amostra da pele no cão no microscópio para verificar se há ou não a presença de agentes. Caso não sejam constatados micro-organismos, deve-se partir para novos testes. Muitas vezes, o diagnóstico também pode ser feito por exclusão, ou seja, realizam-se testes para eliminar as causas mais comuns e, a partir daí, se chega ao real motivo.


A escolha do tratamento ideal deve ser feita somente por um veterinário, e pode ser feito por medicamentos para combater bactérias e fungos, medicação para aliviar a coceira e a inflamação da pele e, é claro, pelo tratamento da doença base.


Importante! Não tente resolver você mesmo a situação com um remédio caseiro ou automedicação, uma vez que eles podem até agravar a condição.



Como prevenir


A melhor maneira de prevenir a dermatite canina é cuidando muito bem do seu cachorro. Portanto você deve tomar alguns cuidados, como:


- Manter a vermifugação e o uso de antipulgas sempre em dia;

- Limpar a casa com frequência, assim os cômodos ficam livres de micro-organismos e alérgenos comuns;

- Manter o sistema imunológico do cão sempre forte, oferecendo alimentos de qualidade, com todos os nutrientes necessários para um desenvolvimento correto e saudável;

- Na hora do banho, usar apenas xampus e condicionadores para cães;

- Secar bem o seu cãozinho após o banho, para evitar a proliferação de fungos na pele.


Agora sim o seu doguinho vai ficar livre de problemas de pele e ainda muito saudável!


AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas neste blog devem apenas ser utilizadas para fins informativos, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado.

__________________________________________________________________________________


Se o seu cão apresenta problemas comportamentais e você precisa de ajuda profissional, entre em contato com a gente. Atendemos presencialmente em Santo André e São Bernardo do Campo (SP) e online para qualquer lugar do mundo. Confira a nossa página de Serviços para mais informações.Quer saber mais sobre adestramento de cães e comportamento canino? Confira a seção Cursos do nosso site e faça a sua matrícula. Os cursos são online, com certificado, com suporte online integral realizado por um especialista em comportamento canino, e são teóricos (texto, imagens e infográficos), de forma que você pode ler e consultar conforme a sua disponibilidade.