Teste de Volhard - Como Avaliar



Chegou o momento de conhecermos como o Teste de Volhard deve ser realizado; são dez etapas e o observador deve marcar sempre a primeira reação do filhote.


O TESTE


1º Teste: Atender ao chamado (Atração por pessoas)


Avalia: sociabilidade, treinabilidade.

Coloque o filhote no chão em local desconhecido.

Afaste-se aos poucos (até uma distância de 1,20 m) e agache-se.

Chame-o com um tom de voz alegre e de forma afetuosa, batendo palmas (suavemente). Observe sua reação.


O cão vem logo, animado, e salta e morde a mão do examinador. (1 ponto)

O cão vem logo, animado, bate com a pata no examinador, lambe a mão. (2 pontos)

O cão vem logo, animado, mas não encosta no examinador. (3 pontos)

O cão vem logo, sem mostrar ânimo. (4 pontos)

O cão vem hesitante. (5 pontos)

O cão não vem. (6 pontos) – Se o cão apresentou essa reação, visando os próximos testes, deixe-o cheirar sua mão, acaricie-o e converse com ele de forma encorajadora para despertar-lhe confiança.



2º Teste: Seguir pessoas (Seguir a liderança humana)


Avalia: independência, interação com humanos, treinabilidade

Aplique após o teste anterior sem interrupção.

Levante e se afaste devagar.

Fale com o cão, bata palmas e chame-o. Observe sua reação.


O cão segue logo, animado, e coloca-se entre os pés do examinador e o morde, atrapalhando a caminhada. (1 ponto)

O cão segue logo, animado, e coloca-se entre os pés do examinador. (2 pontos)

O cão segue logo, animado, e não se coloca entre os pés do examinador nem encosta nele. (3 pontos)

O cão segue logo, mostrando submissão. (4 pontos)

O cão segue hesitante. (5 pontos)

O cão não segue ou se afasta. (6 pontos)



3º Teste: Restrição (Facilidade de controle sob domínio físico)


Avalia: submissão, treinabilidade.

Agache-se, vire com muita delicadeza o filhote de costas e segure-o com uma mão no peito, sem muita pressão, por até 30 segundos, olhando-o com expressão gentil e tentando estabelecer contato visual, porém sem falar. Observe a reação.


O cão se debate muito e morde. (1 ponto)

O cão se debate muito. (2 pontos)

O cão se debate e aceita, sem evitar contato visual com o examinador. (3 pontos)

O cão se debate pouco e aceita. (4 pontos)

O cão não se debate. (5 pontos)

O cão não se debate e se esforça para evitar contato visual. (6 pontos)



4º Teste: Acariciar (Facilidade de controle pelo carinho)


Avalia: independência, dominância, aceitação de proximidade de pessoas, treinabilidade.

Aplique logo em seguida ao teste anterior, sem interrupção. Deixe o filhote ficar em pé ou sentar, agache-se ao lado dele e acaricie-o da cabeça à cauda com uma mão. Observe a reação.


O filhote pula, bate com as patas, morde, rosna. (1 ponto)

O filhote pula, bate com as patas. (2 pontos)

O filhote fica receptivo, roça no examinador e tenta lamber seu rosto. (3 pontos)

O filhote fica muito receptivo, lambe a mão do examinador. (4 pontos)

O filhote rola no chão e lambe a mão do examinador. (5 pontos)

O filhote afasta-se. (6 pontos)



5º Teste: Elevação (Facilidade de controle em situação de risco)


Indica: dominância, medo.

Mantenha a posição agachada, pegue o filhote com as mãos sob o peito e levante-o cerca de 30 cm, por até 30 segundos.


O cão se debate e morde. (1 ponto)

O cão se debate e não morde. (2 pontos)

O cão se debate e aceita, se debate, aceita, seguidamente. (3 pontos)

O cão não se debate e fica relaxado. (4 pontos)

O cão não se debate e fica tenso. (5 pontos)