Ciclo estral canino



O estro, mais conhecido como cio, é um período que pode ser muito conturbado para todos, e uma das maiores preocupações está justamente relacionada à como funciona o ciclo estral e quais são os cuidados essenciais para que todos passem por este período da forma mais confortável possível.


O primeiro ciclo estral ocorre a partir da maturidade sexual da cadela; porém, não existe uma idade certa para isso acontecer, variando conforme a raça. Cães de porte pequeno têm o primeiro ciclo entre 06 e 12 meses; de porte médio ou grande, entre 7 e 13 meses; e de porte gigante, entre 16 e 24 meses. A periodicidade do ciclo estral também é variável, estando relacionada com a hereditariedade, raça, gestação e idade do animal. Com uma freqüência semestral, o cio ocorre duas vezes ao ano e o espaçamento de um cio para outro tende a se tornar maior com o passar da idade do cão.


O ciclo estral canino pode ser divido em quatro etapas: proestro, estro, diestro e anestro, sendo que cada uma delas têm suas especificidades e tempo de duração.



Proestro

É a fase inicial da estimulação hormonal do ciclo estral. Nela, a cadela já começa a liberar feromônios capazes de atrair cães machos, mas ainda não está fértil (porém, já é possível notar sinais de inchaço e sangramento). A duração média dessa fase é de 05 a 20 dias;


Estro

É a fase de receptividade sexual, também conhecida como cio; é nesta fase que a cadela está, de fato, no período fértil. Ela pode deixar de apresentar secreção e o inchaço vulvar fica estável. Também é nesse momento que podem existir oscilações em seu comportamento, como carência, ansiedade, estresse, agitação e, até mesmo, agressividade. O estro tem duração média de 05 a 15 dias;


Diestro

É durante essa fase que ocorrem as estimulações hormonais que permitem a manutenção da gestação (em caso de fecundação/fertilização); e ocorre mesmo nas cadelas que não cruzaram ou nas quais não houve fecundação.

É necessário prestar muito mais atenção nessa época, já que pode ocorrer sequencialmente a gravidez, nascimento e lactação. Além disso, muitas cadelas podem apresentar uma gravidez psicológica devido à alta produção de hormônios, o que pode confundir seus tutores. A fase dura, em média, entre 60 e 90 dias e é justamente nesse período que muitas cadelas podem sofrer com a gravidez psicológica;


Anestro

É o intervalo entre as fases principais do ciclo estral. Nela, a atividade hormonal dos ovários é bem menor. Sendo assim, é um período de recuperação pós-gestação ou pós-diestro em cadelas não prenhas.É um período de total inatividade sexual, que dura em média, de 120 a 240 dias e permite que o animal descanse até o próximo período fértil.


Para saber quantos dias a cadela sangra no cio e quando ela não está mais nesse período, uma dica é ficar atento aos sinais durante as fases de proestro e estro, atentando-se às alterações tanto físicas quanto comportamentais.


Os sintomas mais comuns são:


- Edema (aumento do volume) da vulva;

- Eritema (vermelhidão) discreta ou escurecimento da região;

- Secreção vaginal sero-sanguinolenta;

- Inchaço dos mamilos;

- Carência;

- Inquietação;

- Cólicas;

- Agressividade.


Se por um acaso você ficar com dúvida se a sua cachorrinha está prenhe ou não, a melhor opção é levá-la para uma consulta com o veterinário. Isso porque, ao contrário da nossa, a gestação dos cachorros é bastante rápida, com duração média de 60 dias, com sintomas bastante discretos no início do processo.


Com aproximadamente 20 dias após a fecundação, o veterinário já consegue identificar a gestação por meio de exames de imagem, como o ultrassom. Além de necessário para identificar o tamanho da ninhada e dar início ao pré-natal, a consulta também é importante para descartar ou confirmar um quadro de gravidez psicológica.


Para quem não deseja cruzar a cadela e também não quer passar pelos desconfortos do cio canino – tanto para os tutores, quanto para os animais – é possível considerar a castração como uma opção.



É por meio desse procedimento que você pode evitar o cio da cadela, que não terá mais o ciclo de reprodução, sem contar que o processo é benéfico para a saúde dela. A castração evita o câncer de mama, câncer de testículo, no caso dos machos, e também outras doenças.


Trata-se também de uma opção responsável e solidária para a melhora na qualidade de vida do cão e também é uma maneira de tentar diminuir a quantidade de cães abandonados, evitando assim o sofrimento deles.


Importante! Ainda não há um consenso entre veterinários e especialistas sobre o período correto para a castração; as opiniões se dividem entre o procedimento ser realizado antes do primeiro cio (logo depois das vacinas), ou ser realizado entre o primeiro e segundo cio. Portanto consulte um veterinário de confiança o quanto antes, pois com as orientações corretas e tempo hábil para se planejar, esse momento será mais fácil para todos; tutores e, principalmente, cães.


__________________________________________________________________________________


Se o seu cão apresenta problemas comportamentais e você precisa de ajuda profissional, entre em contato com a gente. Atendemos presencialmente em Santo André e São Bernardo do Campo (SP) e online para qualquer lugar do mundo. Confira a nossa página de Serviços para mais informações.Quer saber mais sobre adestramento de cães e comportamento canino? Confira a seção Cursos do nosso site e faça a sua matrícula. Os cursos são online, com certificado, com suporte online integral realizado por um especialista em comportamento canino, e são teóricos (texto, imagens e infográficos), de forma que você pode ler e consultar conforme a sua disponibilidade.