Pseudociese (gravidez psicológica)



Alguns tutores acham normal, engraçado ou divertido ver sua cachorrinha agindo como mãe de uma pelúcia ou de outro objeto, mas na verdade a pseudociese (conhecida popularmente como gravidez psicológica ou falsa gravidez) é uma síndrome que pode acometer 50% das cadelas pelo menos uma vez na vida, especialmente, as que não foram castradas.


Geralmente, a pseudociese aparece em fêmeas entre dois e quatro meses após o fim do cio, tem duração de aproximadamente duas semanas e trata-se de uma condição em que o animal apresenta sinais de gestação, mesmo quando não houve cópula; ou quando esta não resultou em fecundação.


Como os sintomas clínicos e comportamentais podem ser confundidos com os de uma gravidez verdadeira, é sempre importante procurar o veterinário para dar um diagnóstico preciso e prescrever medicamentos inibidores hormonais, além de ansiolíticos e outros.


Além de remédios, os tutores também têm papel importante durante esse período, sendo compreensivos, respeitando o espaço da cadela, se preocupando com seu conforto e proporcionando sempre água e comida.


Por isso fique atento aos principais sintomas da pseudociese! As alterações podem ser físicas, psicológicas e comportamentais:


Alterações físicas: aumento das glândulas mamárias com ou sem produção de leite, aumento abdominal, ganho de peso ou emagrecimento excessivo e secreção vaginal.


Alterações psicológicas: inquietação, irritabilidade e agressividade ou depressão.


Alterações comportamentais: falta de apetite, uivos freqüentes, adoção de outros animais ou objetos como cria (brinquedos, almofadas, etc.); organização do “ninho” e possessividade com o local e/ou com a “cria”.


Outros sinais pouco comuns são: vômito, diarréia, poliúria (aumento do volume urinário), polidpsia (sensação de sede) e polifagia (fome excessiva e ingestão exagerada de alimentos).



Como não há uma causa definida para a pseudociese, também não existe um método de prevenção cientificamente testado e comprovado. Porém, a forma mais eficaz de prevenção é a castração.


Esse procedimento impede que a cadela fique prenhe e também reduz a produção de hormônios fundamentais para o desencadeamento da gravidez psicológica em cães. A castração é indicada tanto para animais que já tiveram a pseudociese quanto para fêmeas que nunca estiveram nessa condição.


Além de prevenir a gravidez psicológica do cachorro, a castração evita crias indesejadas e diversas doenças, como câncer e inflamações no útero, ovários e mamas.


Curiosidade


Apesar de não estarem claras todas as condições que causam a pseudociese, muitos especialistas afirmam que esse distúrbio é uma manifestação herdada dos antepassados dos nossos cães domésticos.


Na natureza, os cães viviam em matilhas para sobreviver, permitindo que a fêmea dominante fosse caçar enquanto os seus filhotes eram cuidados e amamentados por outras fêmeas do grupo, que entravam no cio ao mesmo tempo. As que não gestavam passavam a adquirir comportamentos de pseudociese para que pudessem ajudar as companheiras a cuidar das crias, tanto no instinto protetor como na amamentação. Isso possibilitava a criação dos filhotes por todo o grupo, aumentando as chances dos pequenos de crescer em segurança.


__________________________________________________________________________________

Se o seu cão apresenta problemas comportamentais e você precisa de ajuda profissional, entre em contato com a gente. Atendemos presencialmente em Santo André e São Bernardo do Campo (SP) e online para qualquer lugar do mundo. Confira a nossa página de Serviços para mais informações.Quer saber mais sobre adestramento de cães e comportamento canino? Confira a seção Cursos do nosso site e faça a sua matrícula. Os cursos são online, com certificado, com suporte online integral realizado por um especialista em comportamento canino, e são teóricos (texto, imagens e infográficos), de forma que você pode ler e consultar conforme a sua disponibilidade.