top of page

Cães policiais



Não é de hoje que, além de trazer alegria para dentro de tantas casas, os cães também são utilizados em atividades policiais ao redor do mundo inteiro.


Donos de habilidades que complementam o trabalho das forças de segurança pública, eles são parceiros dos seres humanos em diversas atividades; mas, para desempenhar essas funções, eles precisam de treinamentos específicos.


Áreas de atuação


Existem quatro áreas de atuação para os cachorros policiais. A primeira delas é o combate ao crime, também conhecido como patrulha ou apreensão e ataque. Nesses casos, o cão é treinado para intimidar, perseguir e imobilizar suspeitos e criminosos até que seu parceiro humano se aproxime.


Já os cachorros treinados para busca e salvamento podem atuar tanto na localização de pessoas suspeitas de terem cometido crimes, quanto na busca por vítimas que estejam desaparecidas. Nesse caso, podem tanto ser pessoas que foram levadas em sequestros, quanto aquelas que foram vítimas de desastres ou tragédias, como desabamentos de casas e prédios, deslizamentos de terra, enchentes, rompimento de barragens e de represas.


Existem, também, os cachorros que são treinados para localizar explosivos ou entorpecentes por meio do seu faro. Nesse caso, vale a pena ressaltar que um cão que é treinado para identificar explosivos não recebe treinamento para encontrar entorpecentes, e vice-versa.


Essa diferenciação é necessária pois a ação de uma pessoa sobre essas duas situações é diferente: em uma, sabemos que será necessário acionar o esquadrão antibombas; nessa todo cuidado é necessário para evitar que o explosivo seja detonado sem qualquer controle. Na outra, uma vez que o cão deu o sinal de que existem entorpecentes no local, o policial sabe que poderá abrir malas, mochilas e embalagens para fazer a averiguação.


Por fim, alguns cachorros desenvolvem habilidades incríveis e podem atuar tanto com patrulha (apreensão e ataque) quanto na detecção de narcóticos ou explosivos.



O treinamento dos cães policiais


Os animais escolhidos para atuação como cachorro policial recebem treinamento desde muito cedo, geralmente com início a partir dos dois meses de idade. Esse treinamento começa com comandos simples de obediência, como “senta”, “fica” e “vem”, por exemplo, até ordens mais complexas, que envolvem muita prática em conjunto com o parceiro humano.


O responsável por esse cachorro policial também recebe treinamento específico. Muitas vezes, são profissionais que já possuem experiência como policiais e depois são habilitados a atuar em conjunto com um cachorro.


Para desempenhar bem essa nova função, eles precisam receber todo tipo de informação e orientação possível, especialmente no que diz respeito ao comportamento do cachorro. Isso tudo para conseguir conduzir a parceria da maneira mais eficiente e segura para ambos.


Além dos comandos básicos de obediência, o cachorro policial também passa por uma série de treinamentos para desenvolver habilidades específicas. Alguns exemplos são: pular muros e cercas, subir e descer escadas, caminhar em superfícies de todos os tipos (mesmo as mais irregulares e estreitas) e se dessensibilizar com relação a barulhos. Isso é importante pois é provável que o cão vá se deparar com sons altos e imprevistos durante o trabalho.


Após essa etapa, cada cão é treinado para determinado tipo de função. Por exemplo, com relação à detecção de drogas, o treinamento consiste em associar o comportamento desejado a um sinal, que, neste caso, é o odor que a droga exala. Quando o animal realiza a associação correta, recebe uma recompensa, que normalmente é um brinquedo ou um petisco. Obviamente, nenhuma dessas substâncias entra em contato direto ou é consumida pelos cachorros em treinamento, afastando qualquer possibilidade de vício por parte dos animais adestrados para esse tipo de situação.


Além do treinamento focado em cada uma dessas áreas de atuação, os cães também passam por atividades físicas frequentes, como a natação, e têm uma alimentação bastante balanceada; tendo em vista que precisam de um bom condicionamento físico para poder atuar com eficiência.


As raças mais escolhidas


Todos os cães são treináveis, mas para o trabalho policial algumas raças são mais aptas do que outras.


A raça mais comumente encontrada desempenhando atividades policiais é a do Pastor alemão. Isso acontece por conta do seu porte atlético, inteligência e propensão para obedecer ao parceiro, nas mais diversas situações. Além dele, também é muito comum ver o Pastor belga de Malinois, o Pastor holandês, o Rottweiler e o Doberman desempenhando essa função.


Já para as atividades de busca e salvamento, geralmente são escolhidas as raças que são reconhecidas por seu faro incrível. Alguns exemplos são os Labradores, Golden retrievers, Beagles, Bloodhounds e Foxhounds.



A verdade é que os cães policiais são parceiros importantes no trabalho da polícia. Seja sendo agressivos quando necessário ou detectando algo perigoso, eles ajudam no combate à criminalidade e auxiliam na segurança do próprio policial e de todas as pessoas ao redor.


É importante destacar que quando já está trabalhando, no geral, o cão intercala períodos de descanso e trabalho de 50 minutos cada, para não se cansar. Além disso, eles também se aposentam depois de uma determinada idade e, quando isso acontece, é comum que sejam adotados pelos policiais com quem trabalharam, dando continuidade na relação que foi construída em anos de parceria.


__________________________________________________________________________________


Se o seu cão apresenta problemas comportamentais e você precisa de ajuda profissional, entre em contato com a gente. Atendemos presencialmente em Santo André e São Bernardo do Campo (SP) e online para qualquer lugar do mundo. Confira a nossa página de Serviços para mais informações.Quer saber mais sobre adestramento de cães e comportamento canino? Confira a seção Cursos do nosso site e faça a sua matrícula. Os cursos são online, com certificado, com suporte online integral realizado por um especialista em comportamento canino, e são teóricos (texto, imagens e infográficos), de forma que você pode ler e consultar conforme a sua disponibilidade.

Posts Relacionados

Ver tudo

Comentarios


bottom of page