Mau hálito canino e higiene bucal canina



Para muitas pessoas um cachorro com mau hálito, principalmente com idade mais avançada, é algo extremamente normal. Outras acreditam que escovar os dentes do animal é besteira ou que fazer isso de vez em quando já resolve o problema... mas você sabia que a boca do cachorro é composta de inúmeras bactérias?


Além de lamberem vários locais, os cães acumulam alguns resíduos na boca durante as refeições e, quando esses restos de comida permanecem mais tempo do que deviam, começam a formar uma placa, que por sua vez causa o mau cheiro. Inclusive, isso pode ser um indício de que a saúde do cão não vai bem!


Muitos tutores acreditam que o cheiro forte é da natureza do cão ou confundem alguns odores na boca canina com o mau hálito. Contudo, outros problemas de saúde podem fazer com que o cheiro da boca do cão mude, transformando-o em um cheiro forte. Por isso, para saber se o cão está ou não sofrendo com mau hálito, o ideal é procurar um veterinário (de preferência com consultas periódicas entre seis a doze meses).


A escovação dentária é a principal indicação para acabar com o mau hálito do cão, e é recomendada desde filhote para que ele se acostume com essa rotina.


O ideal é escovar os dentes com frequência, pois a placa bacteriana pode se formar em apenas 12 horas. Recomenda-se a escovação pelo menos uma vez por dia, de preferência de noite, quando o cão já terá realizado todas as refeições, brincado bastante e estará cansado e sonolento.


Não realizar a escovação diariamente pode causar acúmulo de tártato e leves inflamações na gengiva que - se não tratadas - podem evoluir para gengivite grave, reabsorção do osso alveolar e até a perda de dentes. O acúmulo de bactérias pode também cair na corrente sanguínea e levar até a alterações sistêmicas.


Atenção! Vale ressaltar que as pastas de dente de uso humano não são indicadas para esse tipo de finalidade. Os cães não sabem cuspir e acabam ingerindo o produto, que é nocivo à sua saúde. Elementos químicos como o flúor são proibidos para ingestão animal por causarem sérios problemas intestinais em cães.



Além de entender o que causa o mau hálito, também é importante saber como acabar com isso. Portanto seguem algumas dicas para te ajudar com a escovação dos dentes do seu doguinho:


- Uma boa alimentação também reflete na saúde bucal dos cães. As rações secas são as melhores opções para aqueles que possuem mau hálito, já que seus grãos retiram consideravelmente o acúmulo de tártaro e placas bacterianas.


- Para os tutores que têm dificuldade em escovar os dentes dos cães, seja pela falta de manejo ou personalidade do animal, existem outras opções como petiscos e brinquedos especiais que também ajudam na saúde bucal canina, já que eles são criados para limpar os dentes, fortalecer as gengivas, prevenir o acúmulo de tártaro e ainda estimular a mastigação.


- Crie uma rotina de escovar os dentes do seu doguinho desde filhote para que ele se acostume com a escova e a manipulação na boca; Inclusive você pode escovar os dentes do seu doguinho todos os dias no mesmo horário, assim o ele se acostumará com a atividade e a tarefa ficará cada vez mais fácil de ser realizada.


- Comece aos poucos para não criar um trauma nesse procedimento, faça em momentos que o cão esteja calmo e relaxado, sempre com associações positivas, como carinho e elogio.


É fundamental que esse processo seja positivo para o seu doguinho, por isso evite ao máximo forçá-lo a escovar os dentes. Seja paciente e persistente! __________________________________________________________________________________


Se o seu cão apresenta problemas comportamentais e você precisa de ajuda profissional, entre em contato com a gente. Atendemos presencialmente em Santo André e São Bernardo do Campo (SP) e online para qualquer lugar do mundo. Confira a nossa página de Serviços para mais informações.Quer saber mais sobre adestramento de cães e comportamento canino? Confira a seção Cursos do nosso site e faça a sua matrícula. Os cursos são online, com certificado, com suporte online integral realizado por um especialista em comportamento canino, e são teóricos (texto, imagens e infográficos), de forma que você pode ler e consultar conforme a sua disponibilidade.

Posts Relacionados

Ver tudo